segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

# VOCÊ É UM(A) VERDADEIRO(A) ARTISTA!

Olá queridos e queridas, este é um espaço para muito talento e muita dignidade. São exemplos para serem seguidos. CONHEÇA-OS!

A entrevista com os(as) artistas foi feita através de e-mails e será transcrita exatamente como as respostas me foram enviadas ok? Nem sempre serão demonstradas nas conversas as perguntas, mas estas são sempre as mesmas para todos:

1) QUANDO E POR QUE COMEÇOU COM A ARTE?
2) QUAIS FORAM AS PRINCIPAIS DIFICULDADES?
3) COMO VOCÊ CRIOU E DESENVOLVEU SUA TÉCNICA?
4) O QUE TE DEIXA FELIZ E O QUE TE CHATEIA NO MUNDO DA ARTE EM E.V.A.?
5) O QUE VOCÊ DESEJA E ALMEJA COM A SUA ARTE?


----------------------------------------------------------------------------------------------
Clau Santana bate um papo com...

MAGDA APRATO

1.Quando e porque começou com a Arte?
Desde pequena gostei de desenhar ou melhor,pegava um desenho e copiava fazendo do tamanho que desejava. Quando terminei o Magistério e comecei a lecionar,sempre inventava trabalhos diferentes para presentear meus alunos. Fiz curso de trico,pintura em tecido e tela e flores de meia,por hobby. Eu era a boleira e decoradora de festa da família,geralmente fazia algo para decorar os aniversários dos sobrinhos,mesmo sem entender do assunto,por,metida e curiosa mesmo...rsrsrs. Pintei muitos panos de pratos e garrafas pet onde fazia embalagens das mesmas e muitas coisitas mais,vendia para minhas colegas parentes,vizinhas e mãe de alunos. Em 1996 uma colega perguntou se eu me animava a fazer a Decoração da Cinderela para sua filha,fiquei assustada no início,pois,nunca tinha feito uma decoração completa.Resolvi conversar com 2 de minhas irmãs que também gostam de Artesanato e elas toparam me ajudar,fizemos e montei a festa.Todos adoraram a decoração. Aí outra colega me pediu a decoração dos ursinhos carinhosos,gostei e me empolguei.No ano seguinte resolvi colocar uma loja de Decoração de Festas Infantis,com a cara a coragem,dom para artes e entusiasmo,pois,só tinha as 2 decorações que tinha feito para as colegas.Aluguei uma pecinha no centro da cidade onde morava e coloquei a mão na massa os clientes estranhavam as prateleiras quase vazias,mas,com meu papo e meu trabalho conquistei muitos clientes e comecei a receber encomenda de mais festas.Trabalhava de manhã na escola,de tarde na loja e a noite fazia as peças para as decorações,foi assim por 6 meses,depois como a loja estava dando certo larguei a escola e me dediquei a loja,as vezes passava noites em claro para terminar uma decoração,trabalhava geralmente 7 dias por semana,pois,tinha que montar as festas no fim de semana.Como nunca fui valorizada como professora,coloquei na cabeça que ia ser famosa e valorizada,não pelo dinheiro mas sim pela auto estima.Fiquei com certeza conhecida e todos adoravam as Decorações,pois,eram diferenciadas.Tinha ajuda de muitas pessoas e do meu marido.Mas,cometi um erro grave que quase acabou com meu casamento.Só pensava em ficar famosa,larguei as obrigações da casa para o meu marido que também tinha seu emprego e deixei de dar a atenção que ele merecia,o coitado trabalhava toda a semana e tinha que me levar e me trazer das montagem das festa nos fim de semana,foi assim por 3 anos.Um dia estava trabalhando e quando olhei para ele e observei sua cara de abandono,percebi que meu casamento era mais importante.Ele até me pediu um tempo,fiquei uma semana arrasada com medo de perder meu amor.Mas graças a Deus nos reencontramos.Fiquei com a loja mais um ano foi nesse ano que conheci o E.V.A,comecei a fazer os nomes dos aniversariantes e alguns complementos para as decorações,como:estrelas,corações,flores,etc.. no final do ano como era um sonho nosso morar no litoral resolvemos nos mudar,vendi a loja e me dediquei a casa,ao marido e fazia algumas peças de E.V.A,onde vendia em feiras.E desde então não parei mais de trabalhar com o amado E.V.A. 2.Quais foram as principais dificuldades? Olha,graças a Deus,não tive,muitas,dificuldades,pois,casei com 18 anos e já estava trabalhando como professora,sempre tive um pouquinho de dindim para comprar,meus materiais,fazia mais por hobby e sempre que inventava algo era bem aceito. A minha única dificuldade até hoje é colocar preço nas minhas peças,principalmente nas que são diferenciadas e exclusivas,pois,não tenho onde me basear e fico insegura achando que se cobrar bem,as pessoas não vão comprar.Infelizmente a maioria não valoriza o Artesanato.Sei que,que pensar dessa forma não é certo,mas sempre digo que vou me valorizar e melhorar meus preço,mas na hora acabo cobrando menos do que pensei.Mas depois de tantos,conselhos de meu marido,e de outras pessoas aos poucos estou melhorando.
3.Como você criou e desenvolveu sua Técnica?
Foi numa fase difícil de minha vida.Como comentei, morei no litoral e em 2004,teve o Ciclone Catarina,eu morava bem na divisa do RS com SC.Foi muito feio essa tempestade,perdi todo meu telhado,mas graças a Deus não sofremos nem um arranhão.Tivemos que nos mudar as pressas,fomos morar em Porto Alegre na casa de minha cunhada que estava desocupada. Nessa época também tive uma desilusão com uma de minhas irmãs,pois,essa disse que eu não era bem vinda em sua casa,até hoje não convivemos e não sei bem o motivo.Acho que foi porque fiquei do lado de minha mãe e contra eles numa situação. Sofri muito,pois,um de meus sobrinhos é meu afilhado.Não tive coragem de ir visita-los,pois,me sentia mau em saber que não era bem vinda,apesar da minha irmã não me proibir de ver meu afilhado.Os anos se passaram e só agora meu afilhado me procurou,já é pai.Nos entendemos e pedi que me perdoasse por não ter ido mais visita-lo. Na mesma noite desse dia,chorei muito e nas minhas orações pedi que Deus me desse forças para superar essa faze.Como a nossa situação financeira não estava na melhor fase,também pedi a JESUS me desse uma idéia nova para trabalhar com o E.V.A,pois,queria retornar com as festas e precisava fazer peças diferenciadas,porque as lojas de decoração estavam mais sofisticadas.Dormi,e quando o dia amanheceu,acordei com uma disposição e uma alegria incrível,que não sabia de onde vinha.Peguei meus materiais e comecei a fazer testes com o E.V.A.,colei de varias maneiras,cortei,mas nada dava certo.Até que num passo de mágica uma idéia surgiu em minha mente,parece que alguém me falou no ouvido."Faz assim que vai dar certo" E foi aí que fiz minha primeira peça,um humilde coração bem fofinho e o melhor sem enchimento.Ria que nem criança,quando ganha um presente e agradeci pela graça recebida.Então digo que na verdade não foi eu quem criou a Técnica e sim JESUS eu só fui o instrumento. Pensei: "O que posso fazer a partir de um coração?"E veio a idéia de uma flor fofa,para colocar no chão nas decorações,fiz,como se eu já tivesse feito várias com a mair facilidade,coloquei um arame,forrado de E.V.A para ela poder ficar em pé,cada vez que olhava para ela sorria e vibrava com a descoberta. Deixei-a na garagem para que quando meu marido chegasse visse minha obra.Quando chegou ficou admirado e orgulhoso me abraçando e me dando os PARABÉNS. Me empolguei e fiz meu primeiro personagem. A Hello Kitty e desde então venho aprimorando a Técnica. Dei o nome de FOFOS 2D E 3D.
O que te deixa feliz e o que te chateia no mundo da Arte em E.V.A?
4.Fico muito feliz e realizada,quando vejo a satisfação de um cliente ao comprar um produto meu,um sorriso,um brilho no olhar e um agradecimento,isso não tem preço. Outra coisa é ver uma aluna feliz,quando consegue fazer uma peça bem elaborada na aula. Esses gestos,me dão força para querer criar peças novas e diferenciadas e estar sempre atualizada. Esse reconhecimento e valorização do meu trabalho,me deixa muito feliz e orgulhosa de mim. rsrsrsrs O que me deixa chateada é a inveja,o olho gordo e a falta de ética de certas pessoas.Umas querem se fazer nas costas das outras e outras já tem seu espaço e procuram prejudicar as outras para que essas não consigam chegar ao topo.Se esquecem que o sol nasceu para todos e que cada pessoa tem seu brilho próprio. Falo isso,porque tive 2 fatos que aconteceram comigo e me deixaram indiguinada.O primeiro,foi numa loja que dei aulas,tinha uma professora,antiga e já bem conhecida no mercado do E.V.A.As vezes,ela agia comigo,como se eu quisesse tirar o lugar dela,demostrava inveja,pois,as pessoas estavam adorando meu trabalho,eu também tinha criado nessa época a Técnica que dei o nome de BONECOS E BICHOS DE FUXICO em E.V.A,para dar aulas nessa loja.Elaem 2 situações quiz me constranger,uma numa reunião de professores e a outra na frente de minhas alunas e das alunas dela,falando coisas indesejadas.Mas eu como macaca velha me saí bem nas 2 situações.Sua presença me deixava mal ela me passava muita carga negativa. O outro fato foi que uma aluna minha dessa mesma loja/usou 2 projetos meus para fazer apostilas,um palhaço que ela fez em aula,e uma bruxa que ela conseguiu o molde com uma colega.Já estava com mas intenções,pois,tirou fotos das minhas peças o que não era permitido pela loja.Fiquei só sabendo um ano depois,pois,ela se aproveitou da minha,humildade e por eu ainda não saber mexer em um computador.Sempre comentava nas aulas. Até as dicas que eu dava em aula ela colocou nas apostilas.O pior que é advogada!!! Que belo exemplo não!!!!! Mas acho como disse meu marido ela deveria ser considerada "Advogata"e não Advogada
5.O que você deseja e almeja com sua Arte?
Desejo em primeiro lugar ver sempre um sorriso no rosto de satisfação,de um cliente ao adquirir um trabalho meu.Também desejo como todo o Artesão ser reconhecida e valorizada.Assim nunca perderei o entusiasmo de criar peças novas e diferenciadas.Gosto muito do diferente e amo o que faço. Almejo passar num futuro próximo ,através de oficinas,para todos que quiserem,meus conhecimentos,experiências,idéias e principalmente,humildade,,honestidade e muita energia positiva. Busco na verdade,não apenas o interesse ,financeiro,mas a satisfação própria por fazer um bom trabalho e a oportunidade de ajudar as pessoas a treinar sua criatividade,assim estarei contribuindo,para que no futuro aja menos desrespeito no nosso meio e mais evolução e inovação. Almejo também,que as pessoas,possam se espelhar em mim,criando mais,não importa se for em cima de uma idéia minha,pois,geralmente nos baseamos em algo que já existe,mas colocando seu estilo,suas idéias. Muito obrigada,Clau!!! Por essa oportunidade!!!

Muito obrigada querida Magda Apratto, bjkas e saiba que SOU SUA FÃ!

Conheça mais um pouco da arte da Magda clicando nos links abaixo:

www.facebook.com/atelliemagmagia.  
http://atelliemagmagia.blogspot.com.br/

----------------------------------------------------------------------------------------------
Clau Santana bate um papo com...

LIVIA ZANON


1) QUANDO E POR QUE COMEÇOU COM A ARTE?
Comecei a trabalhar com artes, meio que sem querer pois nunca achei que tivesse talento para isso
No internato comecei a fazer umas pinturas em lápis de cor para painéis e todos gostaram.
Ai me casei e logo vieram os filhos e o fato de não poder mais sair de casa.
Como a grana era curta para sustentar os gêmeos, pensei em fazer o aniversário deles eu mesma, procurei na internet
ornamentações de balão e aprendi num curso rápido. Minha irmã havia me dito que tinha visto uns bonecos "emborrachados", comecei a procurar e achei um vídeo da Clau ensinando a modelar o EVA. Não perdi tempo comecei logo a fazer, e qual não foi minha surpresa que ao terminar o aniversário todas as peças Tinham sido vendidas e com mais encomendas desde então não parei mais.
2) QUAIS FORAM AS PRINCIPAIS DIFICULDADES?
A maior dificuldade é que eu morava em uma cidade de interior que mal tinha EVA e bolas de Isopor só de 75 mm rsss , mas logo me mudei pra uma cidade maior que tem de tudo, o reconhecimento e a valorização também foram difíceis, todos gostavam de tudo mas não queriam pagar. Outra dificuldade é que não existiam muitos cursos ainda, e eu achava tudo muito difícil e que seria incapaz de fazer.  
3) COMO VOCÊ CRIOU E DESENVOLVEU SUA TÉCNICA?
No susto eu acho kkk fiz umas lembrancinhas em caixas de leite com cara de palhaço e perninhas mas tudo em 2d, que eu falava que era chapado kkk aí vi um PAP seu ensinando a modelar. E assim fui fazendo. Cursos, dicas de amigas, tentativas algumas frustradas, muito EVA jogado fora. Depois comecei a comprar os cursos e aperfeiçoar, cursos como os seus os da Respha, da Sibele, nossa me abriram um mundo bem especial. Tenho feito muitas coisas pra igrejas historias e bonecos penso em seguir nessa linha. 
4) O QUE TE DEIXA FELIZ E O QUE TE CHATEIA NO MUNDO DA ARTE EM E.V.A.
Me deixa feliz saber que o sol nasce pra todos, que todos os artesãos tem seu talento e que ninguém é igual a ninguém. Fico muito feliz quando o cliente recebe a peça e se surpreende com os detalhes. Fico feliz demais de poder ensinar a pessoas que como eu começaram com dificuldades e que hoje me agradecem por ter ensinado qqr coisa que seja legal demais.
Fico Triste com a pirataria, com a falta de gratidão, com pessoas que usam outras como degraus. Com a falta de reconhecimento ou falta de sabedoria não sei das pessoas e com a sujeira que virou o mundo do EVA com quadrilhas formadas e fortes, formadas por criaturas que nem fazem artesanato mas que pirateiam pra atrapalhar a vida dos outros ao que me parece.
5) O QUE VOCÊ DESEJA E ALMEJA COM A SUA ARTE?
Como todos os artesãos uma das coisas que almejo é o reconhecimento claro. E o que é mais importante pra mim  é poder dar uma qualidade de vida melhor para os meus filhos, já que só trabalho com isso pois não posso sair de casa por serem pequenos ainda. Pretendo continuar no artesanato me aperfeiçoando sempre e ganhando meu dinheirinho honesto e suado ajudando em casa e me realizando como pessoa tbm. Acho que almejo sempre que as pessoas sejam Honestas e tenham caráter, almejo um dia que nenhum artesão vai reclamar de estar sendo boicotado no seu trabalho. Almejo que mais pessoas sejam como você clau que sempre ajuda nós que precisamos tanto, Muito obrigada e uma  Super  bjkk



Muito obrigada querida Livia Zanon, bjkas e saiba que SOU SUA FÃ!

Conheça mais um pouco da arte da Lívia clicando nos links abaixo:
http://liviaeva3d.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/livia.zanon

----------------------------------------------------------------------------------------------
JULIANA PORTO GUSMAN


1) QUANDO E POR QUE COMEÇOU COM A ARTE?
Desde pequena me senti ligada ao artesanato, minha mãe sempre gostava de inventar e eu a ajudava.... Já fiz mandalas, enfeites de quarto em madeira, esferas de isopor, topiaria, bordado..... mas nada me deixou tão a vontade como o EVA.
Minha primeira peça em EVA (coisa que eu nunca tinha ouvido falar) foi quando estava grávida... Já com uma barrigão enorme me deparei naquela dúvida que toda mãe de primeira viagem tem: E as lembrancinhas? Pois é... uma amiga na época me mostrou um solzinho que tinha ganhado e gostei tanto que corri nas papelarias atrás do bendito EVA.... Mas dai depois de comprada as folhas veio a prergunta: como cortar esse negócio? Pois ele tinha uma boquinha vazada e uma linguinha pra fora. rsrsrsrsrs Fui inventado de lá e de cá.... e pronto.... Ficou fofíssimo, e fiz uma Tag com os dizeres "Enrico você chegou para iluminar nossas vidas".... acho que foi bem assim.  rsrsrsrsrs Daí pra frente fui procurando mais informações, navegando na rede, comprando revistas e moldes e me apaixonei pelo material.... Por trabalhar fora eu sempre fazia algumas coisinhas para presentear amigos e familiares.... era um hobby que 'Hoje' se tornou profissão.... larguei meu emprego para fazer minhas artes....

2) QUAIS FORAM AS PRINCIPAIS DIFICULDADES?
No início tudo é difícil.... são os moldes, a matéria prima como colas, e o próprio eva que era novidade e super difícil de achar nas papelarias....
Mas fiz grandes amigas que mantenho até hoje, participando de grupos aonde trocamos idéias e técnicas de colagem, modelagem etc....
Hoje em dia o mercado cresceu bastante o nos disponibiliza vários materiais para podermos fazer as lindas bonequinhas.

3) COMO VOCÊ CRIOU E DESENVOLVEU SUA TÉCNICA?
A técnica que utilizo é feita desde quando comecei... claro que a gente vai adaptando e modificando uma coisinha aqui, outra ali... mas minha técnica é a mesma que a sua... pois foi com vc que aprendi uai. rsrsrsrsrs

4) O QUE TE DEIXA FELIZ E O QUE TE CHATEIA NO MUNDO DA ARTE EM E.V.A.?
O que me deixa feliz? É ver a reação da pessoa quando entrego uma bonequinha.... é ver a reação, seja de adulto ou criança.... um sorriso no rosto, um elogio.... isso não tem preço....
O que deixa feliz também é receber o carinho de outras artesãs, sejam elas 'experts' no assunto ou 'iniciantes'.... ver que uma peça sua foi 'repaginada' pelas mãos de outra pessoa, e depois ela te mostrar esta peça... que você foi a inspiração pra ela.... isso é muito legal....
Ser valorizada também é outro ponto muito importante.... e o que nos mais motiva. É dar o preço e a cliente pagar por ele.... pois quem faz sabe o trabalho... pois além de matéria prima, lá tem carinho, dedicação, atenção... todas as peças são feitas com amor.
O que me chateia? Ah... o desrespeito de algumas pessoas que estão na internet.... dando, oferecendo moldes que não são seus ao 'bel prazer', sem ao menos pedir autorização..... não pensam no trabalho que a pessoa teve ao fazer a apostila... de fazer o passo a passo.... isso não aconteceu comigo ainda, mas fico triste pois algumas  amigas estão passando por isso.
O que já aconteceu comigo e eu ODIEI foi ver peças minhas em álbuns do orkut como sendo da pessoa..... mas a gente aprende e depois deste episódio passei a colocar minha logo nas fotos. Então a pessoa acaba é fazendo propaganda pra mim. rsrs

5) O QUE VOCÊ DESEJA E ALMEJA COM A SUA ARTE?
não quero ganhar o mundo.... muito pelo contrário.... quero ser reconhecida sim... como uma grande artesã.... fazendo a alegria e enfeitando muitas festas pelo Brasil afora.... mas a prioridade é minha família... meu filho e meu marido..... pois eles são minha base....

Beijos Clau e $uce$$o sempre!!!!

Muito obrigada querida Juliana, bjkas e saiba que SOU SUA FÃ!
Conheça mais um pouco da arte da Juliana clicando no link abaixo:
http://juportogusman.blogspot.com/


----------------------------------------------------------------------------------------------


Clau Santana bate um papo com...

SIBELE POUSA
1) QUANDO E POR QUE COMEÇOU COM A ARTE?
Sempre amei desenhos e já com 6 anos de idade participei de um  concurso de escolas estaduais sobre o dia da Ave no estado de São Paulo e acabei ganhando um diploma com a assinatura do governador. Na verdade  minha mãe também tinha o dom de desenhar.
Mas sempre pegava uma imagem por menor que fosse e copiava ela ao lado em  tamanho muito maior, hoje acho que por preguiça falta de tempo sempre acabo ampliando via Xerox mesmo.
Muitos anos se passaram na juventude sempre tive vontade de fazer Belas Artes, mas a vida me direcionou para outros lados.
Já com 3 filhas pequenas comecei a costurar, bordar  para preencher o tempo de forma diferente.
Em 1999 uma amiga me apresentou o Eva e estava de mudança pára Caldas Novas, naquela época Eva somente por quilo mesmo no Brás em são Paulo. Fiz muitas lembranças de Escolas para professores em datas comemorativas, vendia  em todas as escolas.
Tive que comprar muito tapete de Eva (aqueles Pés) para recortes por não encontrar material. Revistas nada... tinha somente uma Faça e Venda com trabalhos da Alessandra que se não estou enganada havia descoberto o Eva recentemente também.

2) QUAIS FORAM AS PRINCIPAIS DIFICULDADES?
encontrar desenhos. Na época apesar de amar utilitários era só painéis escolares e lembrancinhas para as mães/pais etc...
Certa vez deixamos o Eva sobre uma xícara no sol, sem querer e quando olhamos ela tinha modelado o eva, mas nunca imaginamos o pq;

3) COMO VOCÊ CRIOU E DESENVOLVEU SUA TÉCNICA?
Com muito trabalho e determinação.
Sempre comento com as alunas que eu vivo Eva de  segunda a segunda, não tem essa de ser domingo ou feriado.
Penso em Eva 24 h, em forma e modos de fazer determinada peça.

4) O QUE TE DEIXA FELIZ E O QUE TE CHATEIA NO MUNDO DA ARTE EM E.V.A.?
Quando uma aluna me conta de vendeu muiiiiiiiito aquela peça que ensinei, é a minha maior alegria.
Tudo que ensino eu direciono para quem trabalha em casa, sempre estou pensando  em produção em técnicas para facilitar a vida de todas elas.
O quer me chateia? Baixaria na net, sou uma pessoa muito light e feliz graça a Deus. Não me importo que  copiem meus trabalhos e também não fico triste  quando não colocam créditos eu reconheço um trabalho meu de longe, muito pelo contrario sempre procuro tirar fotos para visualizarem bem os detalhes e desta forma ajudar muitas amigas.

5) O QUE VOCÊ DESEJA E ALMEJA COM A SUA ARTE?
Atingir e ajudar o maior número de pessoas possíveis com o Eva.
Como falei no tópico anterior sempre penso em ajudar aquela amiga que com filhos pequenos não pode sair de casa para trabalhar, e o Eva é uma forma de ter um rendimento extra sem ficar dependendo do marido totalmente.
Sabem o que  é mais engraçado, sou de família de professoras, eu nunca quis isso pra mim, mas acabei me tornando uma.
Mas na verdade sempre falo  que as aulas não é trabalho pra mim é diversão, faço o que adoro sem contar o grande numero de amigas que já fiz

Muito obrigada Clau pela oportunidade!

Muito obrigada querida Sibele, bjkas e saiba que SOU SUA FÃ!
Conheça mais um pouco da arte da Sibele clicando no link abaixo:


----------------------------------------------------------------------------------------------

Clau Santana bate um papo com...

YSE FALCÃO
"1) QUANDO E POR QUE COMEÇOU COM A ARTE?
Vixe! Já faz um tempinho. Eu fiz um curso de chocolate caseiro e depois vi que também podia fazer as embalagens. Já trabalhei com biscuit; com papel vegetal: fazendo aqueles convites e cartões bordadinhos;  com lã: fazendo bonecas e bichinhos; com meia de seda: fazendo arranjos de flores e bichinhos também. Já trabalhei transformando lâmpada fluorescente em peças decorativas e para lembrancinhas. Até então, eu nem sabia que tinha talento para o artesanato Tudo que aparece de novidade eu procuro fazer!
2) QUAIS FORAM AS PRINCIPAIS DIFICULDADES?
Sempre fui muito exigente com o acabamento das minhas peças e no inicio tive dificuldades porque achava que nunca estava bem feito.
3) COMO VOCÊ CRIOU E DESENVOLVEU SUA TÉCNICA?
Na intuição mesmo. Como sou autodidata, nunca precisei fazer muitos cursos. A idéia vinha e eu punha em prática. Na maioria das vezes dava certo. Lembro de poucas vezes ter colocado peças a perder.
4) O QUE TE DEIXA FELIZ E O QUE TE CHATEIA NO MUNDO DA ARTE EM E.V.A.?
Fico feliz quando alguém reconhece meu talento e valoriza. O artesanato, principalmente aqui no nordeste, não é muito valorizado, pois todo mundo acha lindo mas,  não quer pagar o que vale. De uns tempos pra cá, por causa de um problema de saúde que não me deixa ter firmeza nas mãos, fazer artesanato é um desafio  e fico triste quando sou discriminada. Mas, com muita determinação e uma boa dose de humor eu vou teimando e conseguindo, graças a Deus!!! 
5) O QUE VOCÊ DESEJA E ALMEJA COM A SUA ARTE?
Nesse momento, a única coisa que me importa é saber que com o artesanato vou superando meus limites e acreditando que querer é poder! Se eu puder passar isso para as pessoas, já ficarei satisfeita. Eu amo fazer arte e enquanto puder, farei!!!

Clau, sua admiração por mim me deixa muito feliz.  Minha admiração por você é triplicada!!!!!!!!
Bjs!!!"

Muito obrigada querida Yse, bjkas e saiba que SOU SUA FÃ!
Conheça mais um pouco da arte da Yse clicando no link abaixo:

_----------------------------------------------------------------------------------------------
Clau Santana bate um papo com...


RESPHA XAVIER
"Iniciei com a arte desde que nasci. Já vim ao mundo com um lápis numa mão e o pincel na outra. O desenho e a pintura sempre me acompanharam em todos os momentos da minha vida. No início como hobby, depois como necessidade mesmo. A necessidade, não só financeira, se deu por conta do acidente do meu filho por volta de 1995, qdo ele se afogou com apenas um ano e 4 meses na piscina de minha casa. O outro filho tinha só 3 meses de vida. Vc deve imaginar o sufoco.

Bom, desse acidente vieram as sequelas: Um filho num estado vegetativo e outro recém nascido, um casamento desfeito e a volta para casa dos pais só e com dois filhos para criar. Residia em Fortaleza e voltei à terrinha natal Juazeiro do Norte, para enfrentar essa barra junto da minha família.

Aqui, eu me dediquei totalmente ao filho, mas nunca deixei os pincéis e as tintas. Instalei dentro do quarto, que mais parecia um UTI, um mini ateliê. Até aí, para não enlouquecer.Os médicos deram apenas meses de vida, mas meu filho viveu ainda mais nove anos. Nesse período treinei bastante, em todo tipo de arte, até o falecimento dele. Dois meses depois disso, minha mãe também veio a falecer. Foi a arte que me salvou, digamos assim, da depressão e só ela me deu condições de enfrentar tudo com um sorriso no rosto.

Depois de tudo isso, fui convidada a ensinar pintura em tecido, e é o que tenho feito até ser apresentada ao EVA. Isso aconteceu há dois anos atrás. Minha irmã me mostrou uma fofucha e eu me apaixonei. Resolvi aprender, fiz uma e dei de presente. Daí, começaram as encomendas. Com um mês depois, fui convidada a ministrar cursos numa loja, uma vez por mês. Com apenas duas aulas, a dona me pediu pra aumentar para uma aula semanal. Eu teria que fazer um modelo por semana sem repetir.

Nisso, veio a necessidade de aprimorar meus modelos. Aí, fui botando um narizinho, uma boquinha...aí virou uma empolgação e sempre uma vontade de superar. Passei um ano trabalhando a técnica e escondendo das pessoas porque achava esquisito, difícil e complicado. Mas, cada dia, eu insistia que podia dar certo, que podia ficar bonito, porque não? Pesquisei colas, outras técnicas, errei daqui, acertei dali e sem querer...o pulo do gato!

Resolvi passar para minhas alunas. Não é uma técnica fácil de ensinar, nem de aprender, eu sei...mas o desafio sempre esteve ao meu lado e eu não desisiti. Hoje continuo ensinando, sempre um modelo novo a cada semana, com a diferença que agora os trabalhos são com mais qualidade e o prazer de ajudar pessoas a superarem suas dificuldades, como eu superei através da arte, é o que me deixa mais feliz.

Procuro, também, passar um pouco da dignidade de ser um artesão, sem que para isso precise tirar o brilho do outro com plágios, eu acho que até pra isso e necessário ter muita criatividade, e é exatamente isso que me deixa mais triste no meio.

Quanto ao sucesso...quem não almeja? Reconhecimento por horas de trabalho e dedicação? Do total anonimato eu saí depois da parceria com a Kreateva. E espero que venham outras, porque viver da arte não é nada fácil. Ainda mais quando se quer manter um nível de honestidade e dignidade. Difícil...

Bjus, Clau!"


Muito obrigada querida Respha, bjkas e saiba que SOU SUA FÃ!
Conheça mais um pouco da arte da Respha clicando nos links abaixo:
http://arrematecomarteresphaxf.blogspot.com/
https://www.facebook.com/profile.php?id=100001084986848

----------------------------------------------------------------------------------------------

20 comentários:

Cristiana Sérgio disse...

Sensacional o talento sessa moça...e nem imaginava sua história de vida. Em breve, estarei em um curso seu, se Deus quiser. Vocês são grande fonte de inspiração para nosso trabalho, por isso, parabéns e muito sucesso sempre.

Grande abraço Clau e Respha!

Josinete Beatriz disse...

Comoveu-me o seu testemunho de vida, amiga. Parabéns pela força e coragem de lutar! Abraços, Josi.

Priscila Ferraz disse...

Parabéns por essa postura de mostrar o brilho de alguém que precisou de muito para mostrar o mesmo!!!Quem conhece sabe quais são as cópias...mesmo que elas escondam...sabemos quem é bom de verdade!!!
Um bj grande!!!Sou sua fã!!!E acho que agora tbm da Respha!

osmimosdacarla disse...

olá Clau:)
em primeiro lugar quero lhe dar os parabens pelos seus lindos trabalhos e tb pelo seu bondoso coração, vejo no k escreve e partilha com as blogueiras k é uma pessoa 5*****, tenho pena de não estar no Brasil para consigo ir aprender esta maravilhosa tecnica k é o eva, eu tenho feito alguns trabalhos mas não muitos pq aqui em Portugal não se encontra muitos moldes, adorei os trabalhos da Srª k a Clau colocou esta carta acho k esta srªmerece tudo de bom na vida,e tb está de parabens pois tem umas mãos de ouro
desejo-vos uma otima semana
bjokas grandes

★ Flordeliz ★ disse...

Oi Amada...

Gostei do seu bloguinho!!

Se quiser me visite, tem SORTEIO lá de um perfume Egeo Boticário + Paleta NYX :

http://www.ohlouka.com/2011/10/sorteio-oh-louka-ittm.html

Beijinhos e fique com Deus

By Flordeliz
www.ohlouka.com

Arte's da Gláucia disse...

Ola Clau!!!
Sou sua fã desde que descobri seu blog, vc é fantástica!!! E ainda vou comprar umas apostilas suas.
Mas que história linda!!!!!!!!
Ela me inspirou, tbm preciso mtooo que o artesanato me ajude, pois não tenho outro meio de trabalhar no momento, e estou correndo atras disso.

Bjss
Gláucia

yula rodrigues disse...

Olá, Clau.
CLAU VC É D+. BJS LINDA E VC SABE Q É A ARTESÃ Q + ADMIRO.
Emocionante, e super incentivadora, uma verdadeira mulher: (RESPHA XAVIER) VIDA de lutas e superações. DEUS TE ABENÇOE.

taniacrsantana disse...

DINDA COLOQUEI O LINK DO SORTEIO NO MEU BLOG, E NO FACEBOOK, MEU BLOG E taniacrsantana-mamitasartes.blogspot.com, e meu facebook e taniasantana@33. beijos

Lhígya disse...

Clau seus trabalhos são maravilhosos, obrigada por compartilhar comigo uma principiante na arte.
sou sua seguidora e coloquei o link do sorteio no meu blog.
um triccy beijo.

dalva walau disse...

olá clau,meu nome é dalva e adorei conhecer seu blog estou começando com a arte em e.v.a e aprendi muito com vc,que deus continue iluminando seus passos e que vc continue ajudando ao proximo;pois são poucas pessoas que se dedicam a ajudar. ah coloquei um pap seu no meu blog de como se faz uma fofucha,se puder me visita lá,bjos.... (http://dalvaswarte.blogspot.com) dalva@arte

BIG ARTEIRA disse...

Respha é mesmo mto especial e uma verdadeira artista!!! Agradeço a Deus por mais essa amiga Ele colocou na minha vida!!!

Anônimo disse...

OLÁ!

Enviei um e-mail para clausantanaartes@hotmail.com. Gostaria de saber se a senhora recebeu.

Aguardo, boa tarde.
Coloquei anônimo, mas é de:

LAURA BALDOVINO
(laurinhabaldovino@hotmail.com)

FLOR DE LISA disse...

Adorei as entrevistas e as artistas também! Parabésn Clu por todo sucesso! Tu merece!!!

Yse Falcão disse...

Eita! Como a Clau gosta que a gente seja verdadeira quero repetir aqui que ela é uma égua de uma artesã porreta!!! Rs. E claro q eu vou continuar comentando que pra chegar ao topo das tops.Beijos,maninha d'alma!!!!!!!!!!!!

taniacrsantana disse...

DINDA COMO SEMPRE ARRASANDO PARABENS, VC MERECE CHEGAR ONDE CHEGOU. TE AMOOO

cleize disse...

Adorei a entreveista e conhecer essas pessoas talentosas através do blog da Clau,cada arte maravilhosa.Parabéns Clau,pelas entrevistas e a Respha,Yse e Sibele pelo seus trabalhos lindissimos.

Fatima Viterbo disse...

Eu sei bem o quanto o artesanato ajuda superar depressao eu sou a caçula de 8 irmas e nasci e logo apos meu pai se aposentou fui criada por ele e mamae
era muito agarrada com meu pai ele faleceu em 2008 e fiquei afundada tive serios problemas deprecivos e minha familia e meu trabalho me ajudou muito a dar a volta por cima linda sua historia de vida vc e guerreira que Jesus continue te abençoando
Fatima Viterbo

CRIATIVIDADE EVA disse...

Eiiii amiga, coloquei a postagem no blog.... escrevi o que saiu do coração! Espero que goste.... $uce$$o!!!!

Andreia disse...

Olá

Parabens por não desistir da vida!

Parabéns por seu trabalhos!

Parabéns por ser quem vc é

bj

criatividadesemfronteiras.blogspot.com

Ateliê Vagalume Encantado by Cristiane Leal disse...

Parabens Clau,como sempre digo se vc fez é seu,é sua criacão,quem não quer ter trabalho¨copiado¨não mostre.Desculpe pelo desabafo,não é pra vc mas pra um monte de gente que acha que porque desenvolveu uma ideia ninguem mais cria,só imita.Pode????
acho que plágio e usar uma peça feita por outra pessoa e dizer que é sua e não quando vc faz porque se inspirou.bjo teu trabalho é lindo.

Atalhos

Related Posts with Thumbnails