sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

# ESTOU MUITO TRISTE!

Olá amigos e amigas,

Estou muito triste neste momento. Meu cachorrinho Edmundo morreu!
Ele saiu pelo portão (que foi deixado aberto pelo meu esposo em um breve momento de distração) e foi atropelado agorinha a pouco, quase em frente da minha casa.
Minha filhota Anamaria não entende muito bem o que significa a morte e me disse que basta eu levá-lo para o hospital e dar remédio que ele sara e fica tudo bem (bendita inocência...). Mas, minha preocupação maior agora é com a reação dos meus filhos André (13a) e Gabriel (8a) quando voltarem da escola daqui a pouco. Eles eram muito apegados ao ED (era assim que eles o chamavam) e viviam brincando, correndo pra lá e pra cá atrás dele. Era o André quem mais cuidava do ED (comida, banho, remédio, etc) e o Gabriel passava muito tempo com o ED no colo chamando-o de "Meu ED lindinho"...Ainda ontem ele me disse assim: "Mãe,  se um  dia o ED sumir eu vou chorar muito e ficar muito, muito triste porque eu amo muitão o meu ED lindinho!".
Quando o ED percebia a nossa movimentação matinal, ele tinha um hábito TODAS as manhãs: Acordar a Anamaria com uma lambidinha no pé.
Ele era o nosso "alarme" e "campainha" quando qualquer pessoa se aproximava do portão, e não sossegava enquanto nós não fôssemos atender, entrava e saía da casa correndo como que avisando da chegada de alguém (como se só os latidos estridentes não bastassem...rsrsrs...)
Era ele quem vinha nos recepcionar todas as vezes que chegávamos de volta em casa. Ele ficava realmente feliz com a nossa chegada. Recentemente quando o André viajou para participar dos Jogos Escolares e passou uma semana fora, ele ficou uma semana triste esperando pela chegada dele da escola. Passava muito tempo lá fora olhando pelo portão para a direção de onde os meninos chegam todos os dias.
O ED adorava bolacha tipo água e sal. Fazia festa quando percebia que iria ganhar uma, pulando, pulando, pulando...
Eu ganhei o ED de presente do meu esposo e fiquei muito feliz quando o peguei no colo pela primeira vez...bem pequenininho e com a carinha de esperto e bagunceiro.
Vou sentir muita falta do meu ED...Ele era um caozinho muito especial!
Espero poder encontrar-me com ele novamente...
Bjks e até mais!

Clau.

22 comentários:

Joaphia Artes e Cia disse...

Oi amada... sinto muito viu, muito mesmo... já tive um amiguinho animal e sei como é duro perdê-los... passam a fazer parte da nossa família, das nossas vidas... e quando envolve crianças deve ser ainda mais difícil... afff... mas espero que tudo fique bem com o tempo... imagino que vá ser um pouco difícil, mas o tempo resolve tudo... Fique com DEUS e que Ele abençõe a vc e sua linda família... Beijinhos e um fim de semana abençoado

Patrícia Ligabue disse...

Clau, só o q posso te dizer é, tenha força e imagine q ele está em um lindo jardim no céu,(é o q eu digo aos meus filhos,quando perco um ente querido),enchi meus olhos de lágrimas quando li o tu escreveste, sou uma mantega derretida e amante incondicional de animais,aqui em casa é quase um zoo,rsrs. Minha linda,força e que São Francisco acolha o ED em seus braços. Bjos 1000

Renata Motta disse...

Sinto muito, tb já perdi um cãozinho atropelado e sei o que você está sentindo!
Força, amiga! Que Deus console o teu coração!
Bjs...

Shuly Marina disse...

NOSSA AMIGA QUE COISA TRISTE, SINTO MUITO, JA TIVE CACHORRO E QUANDO MORREU EU PENSEI QUE IA JUNTO COM ELE, É UMA DOR SEM FIM, MAS REZAREI POR TODOS VOCÊS E É CLARO PELO ED, QUE ESTEJA BEM JUNTO A PAPAI DO CÉU, BEIJOS AMIGA SHULY MARINA :(

vera arteira disse...

Olá amiguinha!
Só esta notícia para me fazer ficar triste hoje. Eu sinto muito mesmo! Tenho 3 cães, todos pegos na rua, eram mendigos. Eles são uma parte importante da alegria e harmonia desta família. Meu filho mais velho que tem 17 anos, chora às vezes quando me fala que pode um dia ficar sem os cães. Os cães são mais descentes que certos de seres humanos. Tem gente qua odeia quando eu falo isto, mas é a pura verdade. É só olhar para os lados...
Perdemos alguns cães quando nosso filhos eram pequenos, embora tenha sido muito triste para eles, aproveitamos para falar que a morte faz parte da vida. Até porque eles não aceitavam qualquer resposta, então fomos explicando que isto acontece com os seres vivos e que pode acontecer com as pessoas também. Não é nada agradável, mas a partir dali, eles aprenderam a cuidar AINDA melhor dos outros bichinhos que apareceram por aqui. O amor pelos bichos foi crescendo tanto no coração deles, que teve um dia que o menor com 9 anos, não queria mais comer carne, e não queria me ver matando nem baratas. Depois ele amadureceu, mas continua amando cada vez mais os animaizinhos. Bjos e muita paz para o EDMUNDO! Lóz, Nicolau e Cátia (estes são meus cachorros) mandam beijos a vocês!!!

Monka disse...

Oi....também perdi minha cachorra há exatamente 1 mês...não foi dessa forma brutal, mas o sentimento de perda é o mesmo...espero que vc e seus filhos superem esse momento. Eu costumo brincar que os cachorros todos se encontram no céu dos cachorrinhos e ficam fazendo suas peraltices por lá, todos juntos, então que o Ed esteja pintando por lá! Um grande beijo, Mônica.♥

Liliane disse...

Pôxa, nem sei o que dizer, Clau...Espero que vc possa se recuperar um dia e seus filhinhos tb... O amor pelos animais é a primeira prova de quem tem um coraçao cheio de bondade e doçura e abençoado por DEUS!!!

Ateliê da Miriam disse...

Clau estou em lagrima porque o amor dos animais é incondicional ,eles nos amam e pronto,é puro como o da criança,além de serem otimos companheiro,é duro a perda,isso sempre nos entristece,já perdi muito bichinhos sempre tivemos,desde criança,muitos morreram,mas foram substituidos porque não dá para ficar sem esse amor puro amo fiquem com Deus,e diga para teus filhos lembrarem dele ,guando estavam brincando com ele e levando aquelas lambidas gostosas dele,assim que ele deve ser lembrado bjs

EternoAprendiz disse...

Clau sei bem o que é perder um amigo animal!
Já perdi um cãozinho basset, um coelhinho e um perequitinho. Todos nos davam muitas alegrias em casa. Nunca mais quis um bichinho de estimação, mas você que tem crianças deve adquirir outro assim que a dor ficar menor, não para substituir o Ed, mas pra dar as mesmas alegrias.
Um abraço!!
Telva Tanajura

Meire disse...

Sei mto bem o q é isto, aconteceu o mesmo com o meu cãozinho, em frente a minha casa, ele não morreu na hora ainda o levamos ao veterinário, mas ele teve un trauma mto forte na cabeça, e não resistiu, mas tenha forças querida. eu se é mto difícil, o meu dormia embaixo da cama, q falta me faz...

Daniela disse...

Oi minha linda, nossa chorei ao ler tudo o que você escreveu, só quem ama essas coisinhas lindas entende, eu também perdi dois que eram assim como o seu ED, só faltavam falar eram assim inteligentes, companheiros.
Faz um ano que eles morreram e até hoje sinto saudades deles, dependendo do que vou comer lembro deles.... infelizmente tem pessoas que não entendem nosso amor por eles e criticam, que pena. Pois não conhecem o amor deles que é incondicional.
Enfim, que Deus te abençoe vc e sua família e de forças para vocês, pela perda desse amigão.
Bjosssss

Marli Silvério disse...

Querida Clau, não fique triste. Lembre-se das alegrias que ele proporcionou a toda sua família e alegra o teu coração.
Beijos do Blog do Tatazinho.

Encantos Da Elda Artesanato disse...

Que triste! Eu amo cachorro!E eu nunca esqueci de um cachorro que tive, o pobrezinho teve que ficar no sitio e nos viemos para a cidade, nunca esqueço ele correndo desesperado atras de nós!Cachorro é muito amigo!

Clau Santana disse...

Bom dia amigas!
Muitíssimo obrigada pela força. Vocês são muito queridas.
Bjks,
Clau Santana.

Blog da Nonô disse...

Olha só de começar a ler eu já estou chorando.
A pouco tempo tbém perdi meu cachorrinho o Guga...
Sei pelo que está passando é muuuuito triste mesmo.
Estou muito triste mesmo por sua perda é como se fossem da família né

Muita energia positiva.



Noemia

Bruxinha Neca Marques disse...

Sinto muito amiga. Chorei aki no meu cantinho do notebook. A gente se apega muito ao bichinho pq eles fazem coisas como se fossem crianças pedindo colo. Eu sei o que é perder um amigo. Mas tenho outro, não substitui o amor do anterior, mas amo este tbém assim como seu amigo que é da minha mãe. Qdo eles adoencem a gente adoece junto.
Fica c/Deus, se existe céu p/cachorros ele deve estar lá. Reze p/ele ser feliz onde estiver. O triste será p/as crianças, como isto aconteceu, pq eu não estava na hora, pq o pqi deixou o portão aberto, serão tantos pq?
Mas passa. Bjos fica c/Deus.

Gabrielli dos Santos disse...

oi Clau, como estão as coisas por aí? estão menos tristes agora?

belinha disse...

Olá de Portugal! Cheguei aqui porque no feriado passado estive a ajudar meu sobrinho que tem 8 anos a fazer umas prendas para a mãe e pai em EVA. Eu acho um material pouco explorado, subvalorizado, e tenho tentado ver o que se faz em livros e na internet. Confesso que nunca tinha visto nada igual a suas bonecas e que me apetece muito experimentar fazer uma, não igual, mas parecida. Eu nasci abençoada com jeito de mãos mas continuo a pensar que faço pouco com elas. Só quando fiquei desempregada obtive o tempo para aprender a usar programas gráficos. Consegui isso mas por vezes preciso mesmo usar as mãos e materiais para fazer coisas. Estou deslumbrada mesmo com a sua versatilidade. Entretanto li que seu cãozinho morreu e fiquei consternada.Eu apenas tive periquitos, não deu para ter outro tipo de animal em casa. Mas adoro animais e há pouco tempo tive aqui um Pinsher por um tempo e achei o máximo!Estou habituada a cães grandes, a minha irmã tem um shar pei. Ele era tão engraçado, muito vivaço e determinado. Lamento saber, só o tempo irá ajudar...Em tudo o mais sucesso e sorte! Continuarei visitando!

Clau Santana disse...

Olá amigas e amigos,

Meu filho André Luís mostrou revolta e tristeza juntas quando chegou e viu o ED morto. A primeira reação dele foi gritar: "Cachorro burro, cachorro burro!" e em seguida caiu no choro. Passou o dia inteiro muito triste e chorava toda vez que lembrava e falava sobre as peripécias do ED.
Meu filho Gabriel chorou alto durante horas seguidas e mais algumas alternadas. Passou um bom tempo sentado lá fora, sob o Sol, diante do corpinho do ED perguntando pra ele o porque dele ter saído e ido pra rua. Se culpou por não ter chegado mais cedo da escola pois acreditava que se ele estivesse aqui teria conseguido salvá-lo.
A Anamaria tentou consolar seus irmãos repetindo pra eles as palavras que eu disse pra ela assim que peguei o ED na rua e o trouxe já morto para o quintal: "Papai do Céu está cuidando dele agora."
Eu fico triste todos os dias e em todos os momentos que percebo a ausência dele. Ainda não tive coragem de recolher as minúsculas vasilhas de água e comida que ficam atrás da porta da cozinha. Ainda o vejo comendo a ração bem devagar, bolinha por bolinha...

Meus filhos me perguntaram recentemente se compraremos outro cachorrinho...eu, sinceramente, não sei.

Neste momento digo apenas: "Muito obrigada meu Deus por cuidar de nós e do meu ED!"

Bjks em todos e agradeçemos do fundo das nossas almas todas as palavras de conforto que vocês nos enviaram!

Clau, André, Gabriel, Anamaria e ED.

Heloísa disse...

Puxa Clau fiquei com lágrimas nos olhos, amo meus 2 cachorros e amei os que já tive e já morreram como filhos. Quando falo dos meus cachorros as pessoas ignoram, mudam de assunto ou tiram sarro. Algumas entendem. Que o tempo leve a dor e deixe só a saudades, e sim um bichinho novo em casa só traz alegrias e ameniza sim!! Nosso destino é ver eles partirem pois vivem pouco e são frágeis e inocentes, mas a alegria que trazem sempre compensa!! beijos

Leni arte em e.v.a disse...

Ai Clau,fiquei muito triste em saber da sua perda.Também tenho uma cachorrinha que é minha companheira.Onde eu estou ela está atrás de mim o dia todo.Como eu a amo e só de imaginar perdê-la me dói o coração.Miga,toda força pra você e sua família. Se eu estivesse ai pertinho eu iria te dar um super abraço bem apertado.
Bj,bj

Ana Cristina disse...

Oi, amigona... sei o tamanho de sua dor... passei por isso... minha Bibi operou ... ficou bem ... 15 dias depois faleceu... a dor ... só nós ke os amamos... conhecemos...muito fé, neste momento... pq realmente é muito complicado...

Atalhos

Related Posts with Thumbnails